KREATORI FILMES branco.png

     Para chegar ao que somos hoje, foram anos de trabalhos ininterruptos, de parcerias frutíferas e do cultivo das utopias prováveis que nos guiaram na construção de uma trajetória de reconhecido sucesso.

     A origem do Instituto Kreatori vem de longe. Vem do tempo em que a Cultura brasileira era de tanta efervescência que a cada dia se somavam dezenas de novos grupos e coletivos em todas as áreas artísticas e culturais. Um tempo em que a Cultura era entendida como fator imprescindível para o crescimento e desenvolvimento do país.

     Com uma história de muitos eventos, exposições de fotografia e artes plásticas, atividades curatoriais, apresentações teatrais e musicais, cursos e oficinas de elaboração de projetos, e oferecendo também cardápios e menus-degustação, o espaço que abrigou a primeira sede do Kreatori no Rio de Janeiro funcionava como uma verdadeira fábrica de produzir e promover Cultura a partir de uma gestão participativa, uma casa onde produtores, atores, fotógrafos, cineastas e artistas se encontravam e se tornavam amigos, e onde muitos amigos descobriram novas oportunidades profissionais nos campos da arte e da produção cultural.

​     Para além dos portões da casa-sede, o Kreatori Filmes atua desde 2009 como produtora de audiovisual, de artes visuais e gestora de projetos em cinema e mídias sociais e vem se atualizando permanentemente por meio de sua criação mais conhecida, o Canal O CUBO, a plataforma de cinema de baixo orçamento projetada para criar conexões produtivas por meio de cursos, seminários e do Festival Internacional  O CUBO de Cinema em Língua Portuguesa, que mesmo durante os anos de isolamento social e pandemia foi responsável por manter ativa a nossa proposta acontecendo de forma inteiramente virtual na sua página do YouTube.

     Em 2022, num mundo ávido por retomar os encontros e trocas presenciais, o Kreatori está de casa nova. O nosso escritório-bar abriu as portas em Lisboa no dia exato dos 13 anos de fundação do Instituto, 13 de maio, e está pronto para promover novos diálogos e conexões e ver nascer projetos culturais e artísticos por meio de parcerias frutíferas, agora do lado de cá do Atlântico.